20 fatos que aconteceram no mundo enquanto Cid Moreira apresentava o Jornal Nacional




Cid Moreira apresentou o Jornal Nacional entre 1º de setembro de 1969 e 29 de março de 1996. Exceto em curtos períodos de folga ou de férias, foram nada menos que 27 anos de bancada.

Nesse período, evidentemente, deu tempo de acontecer muita coisa no Brasil e no mundo. É claro que foram muitos fatos importantes, mas separamos alguns deles na lista abaixo:

1 - Quando Cid estreou junto com o JN, o presidente era Costa e Silva. Quando ele saiu, era Fernando Henrique Cardoso. Contando os dois, foram oito presidentes no período.



2 - Um deles, Fernando Collor, sofreu impeachment em 1992.



3 - Antes disso, em 1984, Cid Moreira estava na bancada no dia da votação das Diretas Já e, posteriormente, quando Tancredo Neves foi eleito, mas não conseguiu assumir.



4 - Ele também estava lá quando foi promulgada a Constituição de 1988.



5 - Não foram poucos os planos econômicos anunciados por Cid Moreira. Um deles foi o famigerado Plano Collor, em 1990.



6 - Quatro anos antes, ele falou sobre o Plano Cruzado, de José Sarney, em 1986.



7 - Ele também falou sobre o Plano Real, em 1993.



8 - Nos Estados Unidos, foram seis presidentes no período.

9 - Um deles, Richard Nixon, renunciou em 1974.



10 - Outro, Ronald Reagan, levou um tiro em 1981. Lá estava o Cid falando sobre o atentado...



11 - Cid Moreira também noticiou o fim da União Soviética, em 1991.



12 - No campo cultural, foi Cid Moreira quem noticiou a morte de Elvis Presley, em 1977.



13 - Ele também deu a notícia do assassinato de John Lennon, em 1980.



14 - No encerramento do Jornal Nacional de 17 de agosto de 1987, ele homenageou Carlos Drummond de Andrade, que morrera naquela ocasião, com a leitura do poema "José".



15 - No esporte, Cid Moreira noticiou a vitoriosa campanha da seleção na Copa de 1970, no México.



16 - Ele estava no comando do telejornal quando Ayrton Senna morreu, em 1994.



17 - E ainda teve tempo, dois anos antes de deixar a bancada do noticiário, de falar sobre a conquista do tetracampeonato nos Estados Unidos, também em 1994. Lá também estava seu parceiro de longa data no telejornal, Sérgio Chapelin (foto).



18 - Era Cid Moreira o responsável por ler os editoriais do Jornal Nacional, quando a Rede Globo manifestava sobre opinião, geralmente sobre assuntos políticos.



19 - E, até por isso, foi ele quem leu o direito de reposta que Leonel Brizola conseguiu na justiça, em 15 de março de 1994.



20 - Vale lembrar que Cid Moreira, ao lado de Sérgio Chapelin, foi homenageado no ano passado pela emissora, que completou 50 anos. Eles participaram da edição dia 24 de abril de 2015. E ele deu o seu tradicional "boa noite".



Veja também: Qual novela das oito passava quando você nasceu?


Deixe sua opinião


Leia também