Há 20 anos, estreava Ratinho Livre, o programa mais polêmico dos anos 90



1 - Ratinho Livre foi um programa transmitido pela Rede Record, entre 22 de setembro de 1997 e 28 de agosto de 1998.



2 - O programa foi a primeira atração apresentada por Carlos Massa, o Ratinho, em uma emissora grande.



3 - Anteriormente, o apresentador havia tido passagens pelas redes CNT e Gazeta, comandando programas policiais e também atuando como repórter em atrações comandadas por Luiz Carlos Alborghetti, pioneiro do gênero.

4 - Em seu último ano na então Rede CNT/Gazeta, Ratinho apresentava o 190 Urgente, que se tornou fenômeno de audiência, conquistando índices muito expressivos para os canais.



5 - Contratado pela Record, o apresentador logo ganhou grande destaque nacional, ameaçando a hegemonia da Globo e a vice-liderança do SBT em poucos meses após sua estreia.

7 - O programa tinha como maiores atrações casos policiais, dramas da vida real e conflitos familiares.



8 - Uma das maiores marcas da carreira de Ratinho, o quadro Teste de DNA surgiu no programa, se tornando um grande chamariz de audiência.

9 - Apesar do imenso sucesso popular, a atração era constante alvo da imprensa, que criticava a exibição de pessoas doentes e casos violentos.



10 - Frequentemente vice-líder de audiência, Ratinho Livre chegava várias vezes ao primeiro lugar. Ao longo dos onze meses de existência, o programa chegou a superar os 40 pontos de Ibope.

11 - O apresentador fazia tanto sucesso que ganhou outro programa na Record, o Ratinho Show, exibido nas tardes de domingo. Na atração, ele recebia calouros, mostrava fatos inusitados e exibia quadros de humor com o elenco do Pânico, que na época era apenas um programa de rádio.



12 - Um dos mais pitorescos personagens revelados por Ratinho foi o contrarregra Azulão, que já trabalhava na Record há anos. Quase que diariamente, o apresentador chamava o profissional para cantar sua música Solta o Azulão. Resultado? O cantor amador conseguiu um contrato com uma gravadora e lançou um CD.



13 - Entre as maiores marcas da atração, estava a banda, responsável por interpretar o tema do Jornal Nacional, dançado por Ratinho sempre que a Record alcançava a liderança.



14 - Um dos maiores picos de audiência da história do programa foi conquistada com a primeira aparição do humorista ET. Ao longo daquela semana, o repórter Rodolfo anunciou ter capturado um alien, que ficava escondido em uma caixa. Após dias de suspense, o jornalista abriu a caixa e revelou seu futuro parceiro.



15 - Em fevereiro de 1998, no auge do programa, o SBT contratou Rodolfo e ET, que se tornaram repórteres do Domingo Legal. Com seus quadros de perseguição a famosos, eles subiam bastante a audiência de Gugu e chegaram a receber uma proposta da Globo.

16 - Após a contratação da dupla, Gugu participou do Ratinho Livre como convidado, fazendo uma pegadinha com a plateia e apresentando o programa no lugar do colega.



17 - O programa também fazia sucesso com o público infantil, atraído por personagens como os bonecos Xaropinho e Tunico.



18 - No dia 28 de agosto de 1998, o SBT contratou Ratinho, após pagar uma multa de R$ 43 milhões, segundo publicações da época. Neste dia, foi ao ar o último Ratinho Livre. Segundo rumores publicados na ocasião, Carlos Massa tinha um salário de R$ 80 mil na antiga emissora e passou a ganhar R$ 1 milhão no novo canal. Então, a Record atacou o apresentador e a emissora rival, através de um comunicado oficial exibido durante sua programação.



19 - Com a saída de Ratinho, a Record criou uma nova versão do programa. Apresentado por Gilberto Barros, o Leão Livre foi exibido de agosto de 1998 a novembro de 1999.

20 - Ratinho segue no SBT desde 1999, tendo se tornado um dos principais apresentadores da história da emissora de Silvio Santos.

Leia também: Sarcástica, Filhos da Pátria é uma série perfeita para o atual momento do Brasil

Leia também: Há 47 anos, Nicette Bruno viveu espécie de Betty, a Feia na TV Tupi




commentDeixe sua opinião
menu