16 de janeiro na história da TV: em 2009, terminava A Favorita


Confira os destaques do dia 16 de janeiro na história da televisão brasileira:

No dia 16 de janeiro de 1965, estreava a novela O Céu é de Todos (Excelsior).

Esta trama das 19h, escrita por Ciro Bassini e dirigida por Waldemar de Moraes, retratava a vida de um garoto pobre, Tito (Alberto Baruque), que assistiu ao assassinato do avô. Desorientado, o pequeno sofre um acidente de trem, contando com o apoio do mendigo Danny (Geraldo Del Rey) e de Nina (Nelly Martins) para se reabilitar. Também no elenco a veterana Neuza Amaral.



No dia 16 de janeiro de 1978, estreava a novela O Pulo do Gato (Globo).

Penúltima trama do horário das 22h, escrita por Bráulio Pedroso e dirigida por Walter Avancini. Em cena, o playboy decadente Bubby Mariano (Jorge Dória), que usa três garotões de praia para seduzir ricaças carentes. A cada novo golpe, Bubby se afasta da mulher que ama, Noêmia (Sandra Bréa). No elenco, Mário Gomes, Ítala Nandi, Kadu Moliterno, Camila Amado, Neuza Amaral e Milton Gonçalves.



No dia 16 de janeiro de 1991, estreava a minissérie Filhos do Sol (Manchete).

De Walcyr Carrasco, a obra tratava de temas místicos, como ufologia. Em São Tomé das Letras, Minas Gerais, o estudioso Airton (Raul Gazolla) descobre a existência de extraterrestres, "instalados" em Macchu Picchu, no Peru - pasmem, ligada a São Tomé por um túnel. Também no elenco Cassiano Ricardo, Cláudia Magno, Cristina Mullis, Leonardo Brício, Luiz Armando Queiróz e Othon Bastos.



No dia 16 de janeiro de 2004, terminava a temporada 2003 de Malhação (Globo).

Manuela do Monte e Sérgio Marone estiveram à frente do elenco desta fase como o casal Luísa e Victor, separados por uma briga de família e pelas intrigas da vilã Clara (Nathalia Rodrigues). Os veteranos José de Abreu, Maitê Proença, Paulo César Grande, Suely Franco e Totia Meirelles deram suporte ao time de novatos, formado por nomes como Paulo Nigro, Maria Flor e Daniele Suzuki.



No dia 16 de janeiro de 2005, terminava a série O Pequeno Alquimista (Globo).

Especial baseado em dois livros infanto-juvenis de Márcio Trigo, também diretor geral. Em cena, o menino João (Daniel Torres), que sonha em se tornar membro da Associação Alternativa dos Alquimistas, da qual fazem parte seu pai e seu avô, Aderbal (Alexandre Borges) e Filolau (Lima Duarte). Participaram também Diogo Vilela, Luigi Baricelli, Nelson Dantas, Ney Latorraca, Paulo Goulart e Paulo José.



No dia 16 de janeiro de 2006, estreava a temporada 2006 de Malhação (Globo).

Esta fase, atualmente em exibição no VIVA, era centrada no casal Manu (Luiza Valdetaro) e Cauã (Bernardo Mello Barreto). Os dois, apaixonados por skate, eram alvos dos malvadinhos Eduardo (Gabriel Wainer) e Priscila (Monique Alfradique). Izabel de Oliveira e Paula Amaral, autoras da próxima novela das 19h, assinaram o texto. No elenco, Cláudia Ohana, Daniel Boaventura e Marcello Novaes.



No dia 16 de janeiro de 2008, terminava a série Donas de Casa Desesperadas (RedeTV!).

Versão brasileira da série norte-americana Desperate Housewives; protagonizada por Lucélia Santos, Isadora Ribeiro, Tereza Seiblitz, Viétia Zangrandi, Franciely Freduzeski e Sônia Braga. Coprodução da RedeTV! com a Disney - ABC International Television, 'Donas de Casa' foi gravada na Argentina, nos estúdios de uma produtora independente. A série, lamentavelmente, não passou da primeira temporada.



No dia 16 de janeiro de 2009, terminava a minissérie Maysa - Quando Fala o Coração (Globo).

O roteiro de Manoel Carlos acompanhou três fases da vida da cantora Maysa, defendida pela estreante Larissa Maciel. A produção foi dirigida por Jayme Monjardim, filho da estrela da música, interpretado, na minissérie, por seu primogênito Jayme Matarazzo. Quem também se destacou aqui foi Mateus Solano, que acabou promovido a galã da novela Viver a Vida (2009), às 20h, também de Maneco.



No dia 16 de janeiro de 2009, terminava a novela A Favorita (Globo).

A estreia de João Emanuel Carneiro no horário das 21h abordava a conflituosa e misteriosa relação de Donatela (Cláudia Raia) e Flora (Patrícia Pillar). O público, a princípio, não conhecia a verdadeira personalidade das duas. Isso até Flora se revelar uma vilã de arrepiar, capaz de atentar contra a vida da própria filha, Lara (Mariana Ximenes). No elenco, Murilo Benício, Mauro Mendonça, Glória Menezes e Lilia Cabral.



No dia 16 de janeiro de 2012, estreava a novela Corações Feridos (SBT).

Escrita por Íris Abravanel, com base na mexicana La Mentira - o SBT já havia exibido uma versão da trama, produzida pela Televisa, em 2000. Partia do suicídio de Rodrigo (Paulo Zulu), abandonado pela maquiavélica Aline (Cynthia Falabella). O irmão do fazendeiro, Eduardo (Flávio Tolezani), parte para a vingança, mirando o alvo errado: Amanda (Patrícia Barros), prima de Aline. A produção foi toda gravada em 2010.



Leia também