Mamma Bruschetta fala sobre seu nome de batismo: "o Luís está muito escondidinho"



No Programa Raul Gil deste sábado, Mamma Bruschetta, personagem do ator Luís Henrique Benincasa, está no quadro Elas Querem Saber para responder perguntas feitas por Val Marchiori, Thammy Miranda, Ciça Camargo e Lola Melnick. Entre os temas abordados estão carreira, teatro, dieta, família e sexualidade.



Mamma conta que quando trabalhava com Clodovil, falou mal de muita gente. "Nesse meio tempo atormentei muita gente, falei mal de Deus e o mundo. Fui a todos, Fábio Júnior, Simony, Gugu, um monte deles que eu tinha detonado. Por carta, pessoalmente, ao vivo, na televisão e na imprensa. Eu pedi perdão", declarou. "Chamei os bispos de ladrões e me arrependo até hoje", disse sobre os donos da Record.

Sobre a vida pessoal, Mamma conta que está há 40 anos sem sexo. "Eu nunca tive parceiro nenhum. Nunca na vida. Já me apaixonei diversas vezes. A beleza não é fundamental, a riqueza não é fundamental. A única coisa que acho que uma pessoa tem que ter é caráter, ser uma pessoa honesta, uma pessoa que seja do bem", contou.

Quando perguntada se prefere se relacionar com homens ou mulheres, foi curta e grossa: "Eu não faço nada, não prefiro nada. Eu sou o que vocês quiserem", disse. "O Luís está muito escondidinho", disparou, quando falou sobre seu nome de batismo. "O Luís não existe mais. Eu sou ela o tempo inteiro", completou, sobre sua identidade.


Deixe sua opinião



Leia também

Novelas

Por onde anda Cecília Dassi, a Sandrinha de Por Amor

A garotinha Sandrinha conquistou o Brasil na primeira exibição de Por Amor, exibida entre 1997 e 1998 pela Rede Globo. Cecília Dassi, tinha apenas sete anos quando interpretou a personagem. Depois disso, ainda atuou em diversos papeis na Rede Globo, mas abandou a carreira na televisão