Afiliada da Globo em Santa Catarina inicia campanha para definir novo nome



Comprada no ano passado pelos empresários Lírio Parisotto e Carlos Sanchez, a RBS Santa Catarina, afiliada da Globo no estado, vai mudar de nome e de marca em breve. E quem vai escolher isto são seus telespectadores. A campanha começou nesta quarta (3), no Bom Dia Santa Catarina.



Todos eles foram pensados em um trabalho em conjunto com a consultoria Interbrand, iniciado em julho do ano passado, quando os empresários começaram a formatar a nova cara da emissora.

O primeiro nome é Lig, que remete à ligação. A segunda opção é a sigla NSC, que significa Nossa Santa Catarina. Já a terceira e última nomenclatura chama-se DNC, que remete ao DNA catarinense.

O nome escolhido dará forma para um novo logotipo, que será feito até o mês de agosto também pela consultoria Interbrand.

O TV História apurou que os nomes não foram bem aceitos pelos funcionários da RBS Santa Catarina. Boa parte dos contratados acharam todas as sugestões ruins e questionaram o trabalho da consultoria.

A venda da RBS Santa Catarina ocorreu no dia 7 de março de 2016, em um comunicado oficial enviado para toda a imprensa.

Como parte da transição, menções a marca RBS e ao Grupo RBS deixaram de ser veiculadas desde então, além de adotar nos microfones de reportagem apenas a marca da Globo.

Além do novo nome, também será formatado um novo telejornal em substituição ao tradicional RBS Notícias, exibido diariamente no início da noite.

A emissora também terá novos programas locais e outros serão reformulados, como consequência desse processo de descaracterização total da marca, que estava em Santa Catarina desde 1979.

Atualmente, a Globo tem em Santa Catarina seus maiores índices de audiência em pontos médios. A novela das 21 horas, por exemplo, chega a marcar mais de 45 pontos na Grande Florianópolis.


Deixe sua opinião



Leia também

Novelas

Por onde anda Cecília Dassi, a Sandrinha de Por Amor

A garotinha Sandrinha conquistou o Brasil na primeira exibição de Por Amor, exibida entre 1997 e 1998 pela Rede Globo. Cecília Dassi, tinha apenas sete anos quando interpretou a personagem. Depois disso, ainda atuou em diversos papeis na Rede Globo, mas abandou a carreira na televisão