Futebol é o programa preferido dos pais na TV; atrações sobre automobilismo e jornalismo completam ranking



Neste Dia dos Pais, o seu pai, certamente, vai aproveitar uma horinha de folga para sentar no sofá e conferir aquele programa de TV preferido. Provavelmente, futebol. Segundo pesquisa do Kantar IBOPE Media, divulgada esta semana por conta das comemorações deste domingo, as atrações sobre o esporte, automobilismo ou jornalismo. Estes gêneros são mais assistidos por homens com filhos do que pela média da população.



Segundo o Target Group Ratings TV, solução que analisa a audiência comportamental dos telespectadores, 46% dos pais são mais propensos a acompanhar partidas de futebol, 26% demonstram mais interesse em atrações sobre carros e motores e 6% se mostram mais predispostos a assistir jornalismo. Exceto nas madrugadas (2h a 6h), há muito mais pais diante da TV em todos os outros horários do que homens com mais de 18 anos em geral - especialmente das 19h às 23h.

Os dados foram coletados em junho deste ano, nas capitais e regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Fortaleza, Goiânia, Campinas e Distrito Federal.

Já o Target Group Index, solução da Kantar IBOPE Media para compreender hábitos e comportamentos do consumidor, concluiu que os pais estão consumindo conteúdo televisivo também por outras plataformas. Nos últimos quatro anos, o número de pais brasileiros que possuem mais de um device entre televisão, computador, smartphone e tablet aumentou consideravelmente: 69%, em 2014, para 75%, em 2017.

Esta análise compreendeu entrevistas com 21.504 pessoas, de 12 a 75 anos, nos mercados atuantes da Kantar IBOPE Media no Brasil.


Deixe sua opinião



Leia também

Novelas

Por onde anda Cecília Dassi, a Sandrinha de Por Amor

A garotinha Sandrinha conquistou o Brasil na primeira exibição de Por Amor, exibida entre 1997 e 1998 pela Rede Globo. Cecília Dassi, tinha apenas sete anos quando interpretou a personagem. Depois disso, ainda atuou em diversos papeis na Rede Globo, mas abandou a carreira na televisão