Erro no preparo de um kibe de cordeiro elimina participante do MasterChef Profissionais





A chef paulista Angélica Vitali foi a oitava eliminada da segunda temporada do MasterChef Profissionais. No episódio desta terça-feira (10), a participante deixou a desejar na prova de eliminação e saiu do programa. Com a eliminação de Angélica, agora restam oito competidores na disputa por 200 mil reais, uma viagem para Dubai, nos Emirados Árabes, com hospedagem e direito a um acompanhante, um kit de utensílios culinários e o troféu de MasterChef Profissional.

A primeira tarefa da noite contou com a participação especial do renomado chef Jun Sakamoto, um dos principais nomes da gastronomia oriental no Brasil. No desafio, os cozinheiros deveriam mostrar as suas habilidades no preparo de peixes em quatro etapas, que deveriam ser concluídas em apenas 20 minutos. Cada etapa valia um ponto. Para a realização da tarefa, os nove participantes foram divididos em três equipes: azul, amarela e verde.



A divisão ocorreu entre os próprios competidores. Francisco, Irina e Clécio formaram a equipe amarela. A equipe azul contava com Ravi, Raíssa e Pablo. Por fim, as chefs Lubyanka, Monique e Angélica se tornaram a equipe verde. Após a divisão, cada trio deveria limpar, cortar e preparar três peixes diferentes em quatro etapas.

Na primeira etapa, a equipe liderada por Clécio se destacou na limpeza do peixe e conquistou o primeiro ponto. Na segunda, os competidores deveriam preparar um prato com linguado. Mais uma vez, a equipe amarela se deu bem e ficou a um ponto do mezanino.

Com a vantagem, se a equipe amarela vencesse o próximo desafio, se tornaria a vencedora da prova. A terceira etapa obrigou os competidores a preparar um peixe escalfado. Desta vez, a equipe verde mostrou poder de reação e conquistou o ponto da tarefa.

O quarto teste era fazer um salmão unilateral - prato onde o peixe é preparado de um lado e cru do outro. Nesta prova, a equipe verde errou na apresentação do prato e tomou uma bronca enorme de Jacquin. Na avaliação dos quatro jurados, as equipes verde e amarela foram as duas melhores.



Com dois votos para cada lado, os dois trios pontuaram. Assim, o time formado por Irina, Francisco e Clécio se deu melhor em três das quatro etapas e terminou sendo salvo da prova de eliminação. Na prova de eliminação, os cozinheiros tinham a missão de criar receitas baseadas em especiarias. Cada chef poderia criar o prato que quisesse, mas com um tempero especial. Os integrantes do grupo que venceu a prova anterior escolheram o tempero que cada chef usaria na prova eliminatória.

Os competidores poderiam fazer um prato doce ou salgado, mas ele deveria entrar em harmonia com o tempero. Na avaliação dos jurados, os pratos de Monique, Pablo, Raissa e Lubyanka foram os melhores. O melhor da prova foi o chef Pablo, que preparou um arroz doce com queijo de cabra e cardamomo.

Os piores da prova foram Ravi, que preparou um carré de cordeiro, e Angélica, que fez um kibe de cordeiro. Por não ter errado a textura do prato e não ter destacado o tempero, Angélica acabou se despedindo do MasterChef Profissionais. Agora, são apenas oito competidores na disputa pelo título de melhor chef profissional do país.

Leia também: Isis Valverde, Paolla Oliveira e Juliana Paes: o trio de ouro de A Força do Querer

Leia também: O Outro Lado do Paraíso: o que esperar da próxima novela das nove?




commentDeixe sua opinião
menu